Desafios vão marcar a gestão do novo diretor-geral da Comusa

Desafios vão marcar a gestão do novo diretor-geral da Comusa

Linha de apoio
Eduardo Bonato da Rosa destaca que vai dar continuidade às obras e investimentos da autarquia
Publicado em 06/05/2020 - Editado em 06/05/2020
Eduardo Bonato da Rosa
Crédito
Divulgação

O diretor-geral da Comusa - Serviços de Água e Esgoto de Novo Hamburgo, Eduardo Bonato da Rosa, que assumiu o cargo nesta semana, substituindo o ex-diretor Geral Márcio Lüders, destacou que deve dar continuidade ao trabalho já desenvolvido na atual gestão. Bonato atuava, até então, como diretor Administrativo Financeiro da autarquia, é servidor concursado da Prefeitura de Novo Hamburgo desde 1992, tem mestrado na área ambiental, já atuou como diretor de Licenciamentos e secretário do Meio Ambiente. “Assumo a diretoria-geral sabendo dos desafios que temos pela frente. É um ano com inúmeras particularidades: enfrentamos uma pandemia mundial, estamos passando por uma prolongada estiagem e ainda temos uma eleição nos próximos meses. Mesmo assim, seguimos trabalhando para garantir o abastecimento e a qualidade da água em Novo Hamburgo”, destaca.

Além de manter o trabalho, o diretor-geral também quer garantir que outros projetos se concretizem ainda neste ano. “O Márcio Lüders estabeleceu diversas metas para seguirmos neste ano, entre eles, dar celeridade ao projeto da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Luiz Rau, que vai elevar o nosso saneamento em 50%. Vamos trabalhar para colocar isso em prática, ao mesmo tempo em que continuamos investindo na substituição de redes de abastecimento de toda a cidade, ampliação da Estação de Tratamento de Água, finalização das ETEs Vila Palmeira e Roselândia”, finaliza.