Oficina do PDMI confirma a escolha profissional de jovem

Oficina do PDMI confirma a escolha profissional de jovem

Linha de apoio
Bruno Rost decidiu ser cabeleireiro e buscou um curso para aprender as técnicas de escovas e penteados
Publicado em 09/09/2019 - Editado em 11/09/2019
Bruno transformou o desejo profissional em realidade na oficina promovida pela Prefeitura de Novo Hamburgo
Crédito
Divulgação

Escolher uma profissão é tarefa difícil para a maioria dos jovens e adolescentes. Poucos conseguem ter certeza da carreira que pretendem seguir antes de concluírem cursos ou de tentar alternativas no mercado de trabalho. Mas, no caso do jovem Bruno Rost, de 17 anos, a certeza de sua profissão veio antes de tudo isso. Ele decidiu ser cabeleireiro ao visitar salões de beleza e a partir daí buscou cursos oferecidos em Novo Hamburgo e região. Encontrou nas oficinas oferecidas pela Prefeitura Municipal a chance que precisava. “Fiz o inverso da maioria dos meus amigos que olham a lista de opções e escolhem um curso. Procurei por uma oficina específica e encontrei a opção na Associação do Bem Estar da Criança e do Adolescente (Asbem)”, conta ele, que está fazendo a qualificação de escovas e penteados.

Cuidadoso e criativo, Bruno diz ter todo o apoio da família. “Quando tive a certeza de que eu queria ser um bom cabeleireiro e ter meu próprio salão, minha família e amigos me deram todo apoio. Isso faz com que eu seja uma pessoa melhor e me sinta realizado. Sem falar que mantemos contatos com profissionais muito qualificados. O próximo passo agora é buscar um trabalho de auxiliar para ir aprendendo cada vez mais.”

O projeto faz parte do Programa de Desenvolvimento Municipal Integrado (PDMI) e tem o financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). E também, integra o componente de Prevenção à Violência.